Lei nº 12.737 – Também conhecida como “Lei Carolina Dieckimann”

vanessa-teixeira3

Olá leitores queridos!

Hoje é a estreia do novo formato deste blog maravilhoso e achei bem interessante falar sobre uma lei inovadora, aquela que transforma que tipifica os delitos informáticos.

Foi publicada em 30 de novembro de 2012 a Lei nº 12.737, punindo aquele que invade dispositivo informático alheio, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo, ou então instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita.

Prevê a pena de detenção de três meses a um ano e multa. No entanto, haverá o aumento de um sexto a um terço se da invasão resultar prejuízo econômico para a vítima.

Se da invasão resultar a obtenção de conteúdo de comunicações eletrônicas privadas, segredos comerciais ou industriais, informações sigilosas, assim definidas em lei, ou o controle remoto não autorizado do dispositivo invadido, a pena será de reclusão de seis meses a dois anos, se a conduta não constituir crime mais grave.

A ação penal nos casos dos crimes será pública condicionada à representação da vítima. Quer dizer, mesmo em se tratando de cometimento do ilícito, o legislador outorgou para a vítima o oferecimento da condição de procedibilidade, observando-se a legitimidade para tanto e a fluência do prazo decadencial que deságua na extinção da punibilidade. Todavia, a ação penal será pública incondicionada quando o delito for praticado contra a “administração pública direta ou indireta de qualquer dos Poderes da União, Estados, Distrito Federal ou Municípios ou contra empresas concessionárias de serviços públicos.”.

A nova lei ganhou notoriedade porque, antes mesmo de publicada e sancionada, já havia recebido o nome de “lei Carolina Dieckmann”. Tal apelido se deu em razão da repercussão do caso no qual a atriz teve seu computador invadido e seus arquivos pessoais subtraídos, inclusive com a publicação de fotos íntimas que rapidamente se espalharam pela internet através das redes sociais.

A atriz vitimada então abraçou a causa e acabou cedendo seu nome que agora está vinculado à nova lei. O mesmo ocorreu com Maria da Penha, que por sua batalha contra a violência doméstica e familiar contra a mulher, após ter sido vítima de agressão de seu ex-marido, foi homenageada emprestando seu nome à lei 11.340/06.

O caso Carolina Dieckmann ocorreu em maio deste ano e colocou em pauta no cenário nacional um sério questionamento: até que ponto A privacidade digital está segura?

O mundo moderno exige do direito um acompanhamento atento das mudanças ocorridas na sociedade, principalmente no que diz respeito à área da informática, que se encontra em constante evolução. Ocorre que tal evolução ao abrir caminho para novas conquistas também abre caminho para a prática de novos ilícitos. E é nessa vertente que o direito entra com o objetivo de construir barreiras sólidas contra a criminalidade virtual.

Atualmente, muitos brasileiros vivem – e dependem – de seus aparelhos digitais, armazenando ali dados e informações relativas à sua vida profissional e pessoal. É o início da era homo digitas. Tais informações guardam estreita relação com seu proprietário (pessoas físicas, empresas, instituições bancárias, etc.) e o conteúdo armazenado nos seus computadores, tablets e celulares pode despertar o interesse do criminoso, que encontra ali dados relativos às contas bancárias, número de cartão de crédito, senhas de acesso, contas de e-mails e outras inúmeras informações.

Os mecanismos de proteção dos sistemas de computadores já não são suficientes para evitar a invasão de máquinas digitais. Por isso, é preciso que o direito invada o campo cibernético e crie novas barreiras protetivas, visando a segurança e a garantia da privacidade que os indivíduos devem gozar livremente.

A lei ora apresentada veio com certa demora. A sociedade reclamou a tutela penal da intimidade cibernética durante muito tempo. E com razão. Muitas outras intimidades foram protegidas, tais como a inviolabilidade de domicílio, o sigilo epistolar, o sigilo das correspondências e das comunicações, sigilos das comunicações telefônicas, sigilo bancário e outros. E no mundo digitalizado há a mesma necessidade de se erguer muros protetores.

Por fim, conclui-se que ainda há tempo para combater o crescente número de crimes cibernéticos, com a consequente aplicação de punição a quem os pratica. Espera-se agora que seu efetivo cumprimento possa proporcionar mais segurança para a comunidade plugada em suas máquinas virtuais, lamentando-se, como é praxe na legislação penal, a ínfima quantidade da pena a ser aplicada. Dá-se a impressão que a lei recém-chegada, com uma árdua tarefa pela frente, pois se trata de tema com frequência repetitiva na vida do cidadão, enquadra a conduta no âmbito dos crimes de pequeno potencial lesivo.

Espero que tenham gostado. Até a próxima!

03/01/2013 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

RELIGIÃO – sobreVIVER

Flôrismeire Souza

430934_385250931568750_1033426466_nFrase impactante né?. – É fato que todos sabemos que para Deus todos somos valorosos, mas as coisas mudam quando uma pessoa que passa dificuldades, que vive ao relento, não tem direito a “caprichos”, se alimenta mal, se veste mal, é sempre discriminado pela sociedade por viver a margem dela fala isso.

Hoje o Programa Balanço Geral da rede Record de televisão, exibiu o seu apresentador como um morador de rua, na matéria ele conversou com vários moradores de rua que contaram um pouco sobre como sobreVIVER na rua, como é conseguir dinheiro vigiando carros ou pedindo mesmo a quem passasse perto de suas moradias. Logo após o término da matéria, iniciou-se outra que é uma iniciativa do Marco Camargo, a formação de um CORAL DE RUA, pra resgatar o valor dessas pessoas que são desprezadas e desvalorizadas.
Débora dos Santos de 25 anos foi uma das moradoras de rua entrevistada, ela tem uma filha e um filho, os quais não moram com ela, ela falou: – Deus cuida deles, onde estiverem.
… & o que é isso? – Nada além de A Fé é a certeza das coisas que se esperam e não se veem. (Hebreus 11:1)
 
Neste séculos estamos muito preocupados em criticar os outros pelo que fazem, pela forma que vivem, como se comportam e também com nossos “caprichos” mas devemos lembrar que Deus ama a todas as pessoas, que Jesus não foi decretar a vitória na cruz somente pelos ricos e arrumadinhos, mas por todos, pois com Ele não há acepção de pessoas. (Romanos 2:11)
 
Todos temos problemas, mas devemos aprender a lidar com eles sem indagar a Deus porque passamos por tudo isso, mas devemos crer que Ele está a frente de todas as coisas e que as desigualdades são fruto da desorganização da sociedade. Deus é bom e justo, Ele cuida de cada um de Seus filhos.
 
– É PRECISO SABER VIVER♪ 
& sobreVIVER neste século onde impera a desigualdade e o desamor.
Bý: FlôrismeiireSouza

19/12/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

WELLNESS E FITNESS (Márcio Galvão) – Corrida

mc3a1rcio-galvc3a3o

1213Salve galera, rondando pelo facebook (coisa que faço direto… rsrs), vejo pessoas combinando caminhadas no “calçadão” de Espírito Santo, seguido de musculação, com base nisso achei interessante explicar como cada um desses age no nosso organismo, comecemos pela atividade aeróbica, logo mais abordaremos a musculação (meu predileto).

Só uma breve explicação:
Atividade aeróbica ou aeróbia, vai depender da literatura que a aborda: é aquela que se refere ao uso de oxigênio no processo de geração de energia dos músculos. Esse tipo de exercício trabalha uma grande quantidade de grupos musculares de forma rítmica. Os exercícios aeróbicos típicos são contínuos e prolongados, realizados com movimentos não muito rápidos. Esta categoria de exercício é a que traz mais benefícios ao organismo, diminuindo a chance de doenças cardiovasculares e melhorando qualidade e expectativa de vida, pois somente os exercícios aeróbicos de longa duração queimam as reservas de gordura do corpo humano.

 

Atividade anaeróbica ou anaeróbia: O exercício anaeróbico é aquele intenso o bastante para ativar o metabolismo anaeróbico. É usado para promover força, velocidade e massa muscular, mas não resistência. Os músculos treinados de forma anaeróbica levam a um grande desempenho numa pequena duração, com atividades de alta intensidade num período que dura de alguns segundos a aproximadamente 2 minutos.

Como o exercício aeróbico atua na queima de gorduras

Quando se pratica exercícios aeróbicos, ocorre que as células musculares consomem mais oxigênio para produzir energia. Comparando com o exercício anaeróbico, que são de maior intensidade e de menor duração ocorre que, neste caso, nos primeiros segundos o organismo quebra o ATP (molécula que armazena energia) que existe em estoque dentro das células musculares e só depois passa a transformar a glicose existente no corpo em ATP para poder continuar a usá-la. Em exercícios aeróbicos, que são de menos intensidade, porém de grande duração, o corpo irá exigir muito mais energia porém terá mais tempo para produzi-lá. Neste caso a glicose se transforma em ácido pirúvico que entra na mitocôndria (uma estrutura da célula) e produz a enzima Aacetil-coA que por fim reage com o oxigênio da respiração e produz em torno de dezoito vezes mais ATP do que os exercícios anaeróbicos.

Mas, como a glicose é uma substância vital para o funcionamento do cérebro, o corpo evita utilizá-la em grande quantidade e então passa a utilizar às moléculas de gordura no lugar da glicose para produzir energia. Por isso, o exercício aeróbico consome não só a gordura dos músculos como também a de outras partes do corpo. E assim é feito o esquema dos músculos.

Benefícios para a saúde

Entre os benefícios para a saúde de fazer regularmente exercícios aeróbicos estão:

  • Fortalecimento dos músculos envolvidos na respiração.
  • Fortalecimento e aumento do músculo cardíaco.
  • Tonificação da musculatura.
  • Diminuição da pressão arterial.
  • Elevação do número de células vermelhas do sangue.
  • Melhoria da circulação sanguínea.
  • Elevação das reservas de energia nos músculos, o que aumenta a resistência.
  • Aumento do fluxo sanguíneo nos músculos.

Benefícios dos exercícios

AUMENTANDO O METABOLISMO
Algumas pessoas erroneamente acreditam que exercícios não valem a pena o esforço por causa do pequeno número de calorias gastas. Por exemplo, andar queima aproximadamente 5 calorias por minuto. Devido ao fato de ter 7700 calorias em um quilo de gordura, iria parecer que você teria que andar 25 horas e 36 minutos para perder 1 quilo de gordura.

Porém a verdade é que mesmo os exercícios moderados aumentam seu metabolismo (queimando calorias) 3 a 8 vezes, durante horas depois do exercício. O efeito residual do exercício, e não o próprio exercício, é o maior responsável pela queima de calorias.
MANTENDO OS MÚSCULOS ATIVOS
Já que cada quilo de músculo requer 110-220 calorias para se sustentar e que a gordura é queimada quase que exclusivamente nos músculos, manter seus músculos torna-se crucial se você deseja perder gordura.

Os exercícios requerem que você use seus músculos, o que te permite manter (ou ainda aumentar) a quantidade de massa muscular que você tem. Não fazendo exercício, você irá perder massa muscular e reduzir sua habilidade de queimar gordura.
Lembre-se que exercícios podem lhe permitir aumentar sua massa muscular ao mesmo tempo em que você está perdendo gordura, e seu peso pode não alterar. Você irá aproveitar todos os benefícios (visuais e de saúde) de uma melhor proporção gordura/músculo, e é isso o que importa.

AUMENTANDO AS ENZIMAS QUE OXIDAM GORDURAS

Você não pode perder gordura sem que a queime em seus músculos. Os músculos têm enzimas muito específicas que queimam apenas gordura.
Pesquisas demonstram que pessoas que se exercitam regularmente tem muito mais enzimas que queimam gordura nos músculos do que pessoas que não se exercitam.
Em outras palavras, os exercícios aumentam a habilidade do corpo queimar gordura mais eficientemente. Isto significa que quanto mais você se exercitar, quanto mais você usar seus músculos, mais enzimas que queimam gordura seus músculos irão desenvolver para queimar mais gordura.

Com Base nessas informações galera, percebe que a atividade aeróbica é de suma importância no combate ao sedentarismo e à perda de peso, e quase sem contra-indicação deve ser pratica por todos independentemente da faixa etária. Só precisamos nos atentar a problemas osteoarticulares, osteopeniaouosteoporose, onde caminhar é algo perigoso, sob risco de fraturas…

Façam um bateria de exames cardiológicos em qualquer idade, e um controle de densidade óssea a partir dos 35 anos, sempre tenham encaminhamento médico e acompanhamento profissional, para a prática da atividade física, uma caminhada orientada com base na freqüência cardíaca pode trazer resultados muito melhores e seguros!

Vamos atrás de caminhar no calçadão, não deixem a “peteca cair”, movimente-se, cuidem da sua saúde VIVA MAIS,  lógico com as devidas precauções
Agora, por favor, não façam isso só no verão, façam isso SEMPRE!

Boa caminhada J

 

Márcio “Zulu” Galvão

FONTE: EMAGRECIMENTO.INFO

16/12/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

POLÍTICA (Aderlan Rodrigues) – Lula, o diabo, o bom Deus, o acordo com Judas, com Sarney, com Collor etc.

 

aderlan-rodrigues1

LulaPor que ela está aí? Já explico. Antes, algumas considerações.

Lula fez ontem uma espécie de ameaça velada em Paris: “Ou vocês me deixam quieto ou corro pra galera; ou vocês param de encher o meu saco, ou vou buscar a imunidade nas urnas…”. Mas se candidatar a quê? Trato disso em outro post.

Notem: até agora, não aconteceu com Lula nada que esteja fora das mais estritas regras legais. Até agora, a imprensa “golpista” não fez com ele nada que não tenha feito com outros políticos. Na verdade, talvez nem seja bem assim: quando se trata de Lula, o tom é sempre mais cuidadoso.

Então de onde vem essa gritaria toda, anunciando uma suposta conspiração contra o ex-presidente? Parte considerável deriva do subjornalismo financiado pelo governo federal e por estatais — mais violento e dado a baixarias na gestão Dilma do que na própria gestão Lula, por incrível que pareça. Mas há também ecos na imprensa que os petistas chamam “golpista”. Lá estão alguns colunistas a apontar o suposto preconceito contra Lula, os maus bofes da direita, as maldades dos reacionários…

É uma gente que seria pitoresca não fosse a má consciência. Direita? Reacionários? Elites preconceituosas? Pois é… Eu me lembrei de um texto que escrevi no dia 23 de outubro de 2009. E estou aqui lamentando não tê-lo incluído em “O País dos Petralhas II”. O título original é “O diabo e o bom Deus” (já fiz referência a essa expressão hoje). Analiso uma frase de Lula que fará história. Segundo ele afirmou então, se Jesus fosse político no Brasil, faria acordo com Judas. Naqueles dias, o então presidente já fazia campanha eleitoral aberta em favor de Dilma, mandando a lei às favas. Vale a pena reler. Especialmente quando, depois de 22 anos, José Sarney vai experimentar um fim de semana prolongado à frente da Presidência da República. Ao texto.
*
A declaração estúpida de Lula, segundo a qual, no Brasil, é preciso fazer aliança até com Judas para governar, merece reflexões novas. É preciso ir além da firula, da aparência, da desconstrução da metáfora chula e, obviamente, desinformada para captar o sentido político da fala. Cumpre perguntar: com quem, então, ele jamais se aliaria? Antes de responder, alguma digressão.

Judas era um dos seguidores de Jesus. Ele se tornou um símbolo da traição, o que lhe custou muito caro. Acabou se enforcando, dada a enormidade do seu ato, perseguido por sua consciência. No Brasil, os Judas não se arrependem. E ainda mandam enforcar. Lula, como afirmei no primeiro texto sobre o caso, nunca foi traído por ninguém. A depender da abordagem que se faça, ele fica melhor é no papel de traidor. A foto de Alan Marques na primeira página da Folha (em si, muito boa), com o presidente de mãos postas, olhos fechados, como quem ora, buscou um diálogo com a manchete: “No Brasil, Cristo teria de se aliar a Judas, diz Lula”.

A intenção da edição era fazer um pacote religioso. Por que alguém que defende a aliança com um símbolo da traição merece ser retratado como quem está sendo tocado pelo Espírito Santo é um desses mistérios que ou é explicado pela ignorância religiosa ou por um refinado senso de humor. Minha aposta? Bem… Se é para passar a impressão de que Lula está orando, dada a aliança confessa com Judas, então ele deve ser o sacerdote de alguma Missa Negra. O conjunto — Lula, sua fala e a foto que a ilustra — dá notícias de um tempo bárbaro. Agora vamos voltar ao ponto lá do primeiro parágrafo para exorcizar o demônio da má política já que não há o que exorcize o demônio da má consciência.

E com o capeta, Lula faria acordo? É bem provável que sim. O bicho pode ter chifres, rabo, pés virados para trás, recender a enxofre, bigode, peito estufado, olhos trincados de tão arregalados… Não importa! Só não pode ter pena colorida, bico grande e, bem, chamar-se FHC. O que estou querendo dizer, queridos leitores, é que uma declaração em si mesma infeliz; de notável ignorância específica — e não há especificidade que este generalista não despreze com a nonchalance típica dos ignorantes convictos —; grosseira até, revela a disputa pela hegemonia do processo político, sim, mas também uma concepção autoritária de poder.

Peço-lhes um esforço brutal, sei disso, mas é só por alguns segundos: imaginem-se no lugar de Lula, comandante máximo do PT. Esqueçam só um pouco de que o olhamos de fora para dentro, de que enxergamos sua trajetória como críticos e como analistas. Neste breve instante em que estamos vendo o partido com os olhos de seu criador, certamente divisamos nele virtudes únicas, redentoras, salvadoras. Pois bem: quais seriam as qualidades que fazem de José Sarney, Renan Calheiros, Fernando Collor e Jader Barbalho companheiros de trajetória, mas de FHC um inimigo cuja história, se possível, deva ser eliminada da memória brasileira ou permanecer como anátema? Lembrem-se: ainda estamos na, vá lá, mente de Lula: a que solução moral ele chegou para vituperar de modo obsessivo contra o antecessor, mas a se abraçar com aquelas outras personalidades?

Eis a questão que interessa. Não é só Judas, não! Judas, vá lá, não deixava de fazer parte dos planos do Altíssimo. À sua maneira, era alguém que tinha uma função naquela narrativa. E acaba se dando muito mal. É uma personagem trágica, triste! Lula poderia se aliar também ao capeta porque o que está em disputa é a hegemonia do processo político. Há forças políticas no país que, por enquanto ao menos, ele não pode subordinar — e tampouco elas se submeteriam voluntariamente à sua liderança. Então vale literalmente tudo. Judas é só o elemento menos deletério do ajuntamento. Todos os outros têm um preço que pode ser perfeitamente pago. E como Lula paga! Paga com ministérios! Paga com estatais! Paga com cargos de segundo escalão! Paga com juros! Paga até com o real supervalorizado! Ele só não aceita pagar o preço da alternância do poder. Porque, de fato, este é um dos preços que cobra a democracia.

Huuummm… As coisas começam a ficar mais claras. Aquela defesa desavergonhada que Lula fez das alianças — até com Judas! — não é um testemunho de realismo político, não! É a expressão de uma concepção autoritária de poder. E é isso que muitos se negam a entender. É evidente que ele não acredita que o país estaria em piores mãos se dividisse o poder com, sei lá, o PSDB; é claro que ele sabe qual foi o papel de FHC na história do país e qual foi o de Sarney — “o homem especial”. Ocorre que Sarney não ambiciona uma troca de guarda, de comando, e o PSDB, sim.

É por isso que o homem que não tem pejo de fazer coligação com Judas — e o capeta pode vir também — só não aceita que as oposições voltem ao poder. Porque aceitá-lo, coisa corriqueira em países civilizados, implica acatar o princípio da democracia. Não! Não estou cobrando que Lula se quede passivamente diante de uma eventual derrota eleitoral . Estou cobrando que ele, ao menos, respeite a lei, o que obviamente não faz. Mais do que isso: anuncia que continuará a desrespeitá-la.

Aquele que aceita Judas como um dado da realidade política não vai se subordinar, evidentemente, a um código legal. Há naquela metáfora destrambelhada, como se vê, muito mais do que ignorância episódica: há a truculência metódica disfarçada de realismo político.

E encerro com a foto, aquela, em que parece que ele está fazendo download do divino. Talvez estivesse mesmo recebendo uma mensagem do além. A ser assim, não vinha das Luzes.

                                                                                                                              Blog Reinaldo Azevedo.

14/12/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

Entretenimento (Lucas Araújo) – Centenário de Luiz Gonzaga

Lucas Araújo

650x375_1297295No dia 13 de dezembro de 1912, uma sexta-feira, nascia em Exu (PE) o segundo dos nove filhos do casal Januário José dos Santos e Ana Batista de Jesus, que, na pia batismal da igreja matriz da cidade recebeu o nome de Luiz Gonzaga Nascimento.

Com apenas 8 anos de idade, ele substitui um sanfoneiro em festa tradicional na Fazenda Caiçara, no Araripe, Exu, a pedido de amigos do pai. Canta e toca a noite inteira e, pela primeira vez, recebe o que hoje se chamaria cachê. O dinheiro, 20 mil réis, “amolece” o espírito da mãe, que não o queria sanfoneiro.

A partir daí, os convites para animar festas – ou sambas, como se dizia na época – tornam-se frequentes. Antes mesmo de completar 16 anos, Luiz de Januário, Lula ou Luiz Gonzaga já é nome conhecido no Araripe e em toda a redondeza, como Canoa Brava, Viração, Bodocó e Rancharia.

Um século depois, muitas são as histórias que seus companheiros têm para contar desse homem que fez o povo brasileiro conhecer a dureza da vida no sertão, mas também levou muita alegria com sua sanfona para todo o país.

Internet – O Google homenageou o sanfoneiro com um doodle (marca do buscador) especial. Ao clicar na imagem, aparecem uma seleção de páginas sobre Luiz Gonzaga.

Nas redes sociais, fãs e artistas homenagearam o rei do Baião. “Salve o mestre Luiz Gonzaga. Um dos seus grandes legados foi espalhar a cultura nordestina pelo país, mostra”, postou o cantor Wesley, da banda de forró Garota Safada. Carlinhos Brown utilizou o Twitter para lembrar, com um vídeo, da apresentação dele ao lado da Neojibá cantando Asa Branca.

http://www.youtube.com/watch?v=mtqmDejqTho

Fonte: http://atarde.uol.com.br/cultura/materias/1472899-brasil-comemora-o-centenario-de-luiz-gonzaga

Até a Próxima!

Lucas Araújo

13/12/2012 Posted by | Colunistas, MUNDO TV | , , , | Deixe um comentário

WWLLNESS E FITNESS (Márcio Galvão) – O Pior mito na musculação para mulheres

Márcio Galvão

01

O mito mais comum no treinamento com pesos feminino sem dúvidas é a crença de que levantar pesos pode causar um aumento de massa muscular indesejável ou “incontrolável”.  A realidade? Mulheres simplesmente não têm hormônios suficientes para ganhar toda essa massa muscular. Ao contrário da maioria dos homens, as mulheres que tem como objetivo o ganho de massa muscular certamente sofrem para alcançar esta meta. Requer muita dedicação, dieta, treinos precisos e às vezes até uma ajuda química.

Vocês não ficarão assim só treinando pesado:

2

Há muito mais por trás disso…

A verdade é que a massa muscular não vai  aparecer de uma hora para outra só porque você se arriscou a fazer musculação. As mulheres que simplesmente aceitam este mito sem questionar, estão perdendo os benefícios que o treinamento com pesos pode oferecer.

As mulheres que incorporam o treinamento com pesos na sua rotina conseguem um aumento de tecido muscular. Isto significa que quando você subir na balança o seu peso total estará maior. Mas não pare de ler!!! A questão é que massa muscular pesa mais do que gordura. Então se você ganha massa muscular, o seu peso total aumenta, porém não quer dizer que uma pessoa ficou mais gorda. Para quem não sabe os músculos são queimadores de gordura, o corpo gasta energia a mais para conseguir sustentar massa muscular e consequentemente a gordura é que tem que ir embora.

Quanto mais densos os músculos, mais calorias você queimará para mantê-los. Pesquisas afirmam que a cada 500 gramas de massa muscular ganhada, você queimara cerca de 50 calorias a mais por dia. Se você conseguir ganhar 2kg de massa, você estará queimando 200 calorias a mais, você estará perdendo peso sem fazer nada. É óbvio que para ganhar massa, você terá que treinar e se alimentar de acordo o que vai gerar uma perda de peso ainda maior.

Além de tudo, o treinamento de pesos é o que vai dar forma ao seu corpo, apenas perder peso não adianta nada, você ficará a mercê da sua genética. Do contrário a única coisa que esculpirá o seu corpo é a musculação!

 Flexão não é coisa de mulher?!?

3

A flexão de braço é um dos exercícios mais simples e, ao mesmo tempo, pode ser um dos mais eficientes. Mesmo sendo um dos exercícios mais básicos e conhecidos, a flexão surpreende na quantidade de variações que oferece e nos resultados que traz quando bem feita.

Ao contrário do que muitos pensam as flexões de braço não servem apenas para aumentar o bíceps – nem mesmo apenas para trabalhar o braço. Quando bem feitas – e existem alguns segredos para isso – elas tem efeito direto no peitoral (grupo de músculos mais exercitados), mas também ajudam bastante em outros grupos musculares como tríceps, ombros e costas.

Outras vantagens:
• Praticidade – embora existam aparelhos que ajudam a fazer flexões – e muitos deles funcionam sim -, as flexões podem ser feitas em qualquer lugar, sem precisar de preparação especial ou de apetrechos específicos.

• Complemento para outras atividades físicas – muita gente já anda, corre ou pratica atividades aeróbicas. Isso ajuda bastante a condição cardiovascular, e também tem efeito direto nas pernas. No entanto, correr ou andar não são suficientes para manter a força e o bem-estar da parte superior do corpo – e é aí que as flexões podem ser o complemento mais simples e prático, sem precisar recorrer à academia.

• Ajuda para uma velhice saudável – o passar dos anos traz consigo uma redução natural na força muscular e na capacidade física. As flexões, quando feitas com regularidade e associadas a atividade aeróbica e cardiovascular, podem prevenir ou ao menos atenuar esta tendência. Para mulheres, elas podem ajudar no combate à osteoporose.

 E aí, vão deixar de treinar flexão?

4

Conclusão

Conheço mulheres em Espírito Santo, que só treinam, da forma errada, “perna e bumbum”, dizendo que não treinam “Braço” pra não ficar igual “homem”, já vamos começar corrigindo esses erros grotescos, que, na maioria das vezes, já vem da instrução, ou falta de. Ou vocês treinam isoladamente coxas (segmento que vai do quadril até a borda superior do joelho), pernas (segmento que vai da borda inferior do joelho até o tornozelo), ou glúteos (no popular bumbum – musculatura que envolve todo o quadril) ou, se treinarem tudo, treinam Membros Inferiores, onde de forma abreviada fica MmIi. Treinar os braços, que iniciam no ombro e vai até a mão, fará faltar um segmento importante, o TRONCO, composto pelo peitoral, dorsal e abdômen

Chega de dar desculpas para não “puxar ferro” na academia, a não ser que você tenha uma genética absolutamente masculina e rica em testosterona você não vai ficar musculosa somente por se aventurar com os pesos. Se você quer esculpir o seu corpo e queimar gordura, você terá que treinar pesado como todo mundo.

BOM TREINO!

 

Fonte: http://www.hipertrofia.org/blog/2010/01/04/o-pior-mito-na-musculacao-para-mulheres/

Márcio “Zulu” Galvão

Educador Físico

04/12/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

ENTRETENIMENTO (Lucas Araújo) – Casos impressionantes de pacientes em coma!

Lucas Araújo

Casos inacreditáveis de pacientes em coma

O estado de coma impressiona o imaginário da nossa sociedade. A ideia de estar inconsciente, a um passo da morte, já inspirou histórias que parecem ser tiradas de um roteiro de cinema ou novela. Mas alguns desses enredos são reais. Confira:
1 – A MENINA QUE ACORDOU DO COMA CANTANDO “MAMMA MIA”

A maneira “clássica” de se acordar do coma seria abrir os olhos lentamente, sem saber onde está, e reconhecer alguém sentado na borda da cama. A pequena Layla Towsey, de apenas três anos de idade, resolveu inovar. Ao entrar em coma após uma grave meningite, seus pais foram aconselhados pelos médicos a dar nela um beijo de despedida. Cinco dias depois, no entanto, qual não foi a surpresa da mãe, Katy, ao ver sua filha cantando o sucesso do Abba! Em breve, a pequena Layla já estava respirando sozinha novamente e se recuperou.

2 – A MENINA QUE COMEÇOU A FUMAR E BEBER AO SE RECUPERAR

Quando uma pessoa sai do estado de coma, em geral, é uma época em que renova seu apreço pela vida e decide cuidar melhor de si mesma. O problema é quando não se teve muito tempo de vida antes de entrar em coma.
A pequena Ya Wen, de três anos, foi dada como morta após ser atropelada por uma van. Apenas cinco dias depois, saiu do estado de coma e iniciou a recuperação. O corpo estava de volta, mas a personalidade havia mudado.

Ya Wen começou a se vestir como adulta (na verdade, como um homem), por exemplo. Mas isso nem se compara ao fato de ser surpreendida no banheiro fumando um cigarro! Inexplicavelmente, a criança contraiu vício em cigarros e cerveja, e tudo o que o pai pôde fazer para interromper a situação foi parar de fumar ele mesmo, já que a filha roubava seus cigarros. E já chora durante a abstinência de tabaco, apesar de ainda nem ter quatro anos de idade.

3 – O MENINO QUE XINGOU A MÃE AO SAIR DO COMA

Um gravíssimo acidente de carro quase matou o rapaz Joey Hopkins, de 22 anos. Ele entrou em estado de coma e assim permaneceu por 41 dias. A mãe esperançosa, Joanne, continuava firme ao lado da cama torcendo pela sua reabilitação. De repente, emocionada, ela percebe que seu filho está movendo a boca, e se inclina para ouvir o que finalmente ele tem a dizer.
Joey, lentamente, pronuncia: “fuck off” (sim, você suspeita e nós confirmamos: é um suposto “palavrão”). Joanne não se importou, e chorou de felicidade ao ouvir a voz do filho. Ele ainda está em reabilitação e deve ficar por dois anos no hospital, mas cheio de vida e bom vocabulário.

4 – A MULHER QUE ENTROU EM COMA INDUZIDO PARA TER UM FILHO

Há casos em que os médicos optam por deixar o paciente em estado de coma, de propósito, a partir de medicamentos sedativos. Geralmente, o que vem depois do coma induzido é uma cirurgia cerebral delicada.
Para Valerie Leah, de 35 anos, o que sucedeu o coma foi uma cesariana. O drama de Valerie começou quando ela estava na última semana de gravidez e contraiu uma fortíssima gripe suína (sim, foi bem durante a famosa epidemia). Havia grande risco de morrerem ambos, mãe e bebê, e a única solução encontrada pelos médicos foi deixar Valerie em coma antes do parto.
A história, no entanto, teve final feliz. O pequeno Oliver veio à luz, pesando menos de um quilo, e foi levado imediatamente a UTI neo natal. Valerie acordou uma semana depois, se perguntando o que aconteceu com o inchaço na barriga que a acompanhara por nove meses. Pouco depois, o “inchaço” chegou aos braços da mãe, recuperado e com fome.

5 – A MULHER QUE PERDEU A MEMÓRIA APÓS O COMA

Em 2008, a britânica Liz Sykes levava uma vida normal quando começou a ter longas e dolorosas convulsões, ao final das quais ela nem sabia mais quem era. Após dias no hospital, sem um diagnóstico seguro, os médicos decidiram colocá-la em coma induzido por três semanas, na tentativa de salvar a sua vida.
Resultado: Liz sofria da gravíssima encefalite, causada por um vírus que causa danos cerebrais extensos. No caso dela, toda a sua memória simplesmente apagou, e ela teve de reaprender tudo, incluindo a andar, falar e saber o que era tudo à sua volta. Após onze meses em tratamento especial, ela teve alta, mas ainda sofre perdas ocasionais de memória.

6 – A MULHER QUE ENTRA EM COMA TODA VEZ QUE DIZ “EU TE AMO”

Se você já acha ruim entrar em coma uma vez, imagine que o coma viesse sempre que você fizesse alguma coisa. Imagine, agora, que essa “alguma coisa” é pronunciar uma frase muito comum em nossas vidas: “eu te amo”.

Essa é a raríssima condição médica de Wendy Richmond, uma britânica que entra em estado de catalepsia sempre que demonstra carinho pelos filhos. Conforme exame médico, ela sofre desse mal desde a adolescência, mas o problema só foi diagnosticado quando Wendy já passava dos 30 anos.

7 – A MENINA QUE APRENDEU ALEMÃO DURANTE O COMA

Quer um jeito fácil e barato de aprender um novo idioma? Entre em coma. Provavelmente não vai dar certo, mas funcionou com a croata Sandra Ralic, de 13 anos.
Antes de entrar em coma, a garota falava apenas o idioma croata. Depois de 24 horas, ela se recuperou e voltou à consciência, mas com uma diferença: falava alemão fluente. Houve, contudo, um efeito colateral: Ralic esqueceu sua língua nativa, o croata, e agora se comunica apenas em alemão. Enquanto tentam ensinar novamente a língua à menina, médicos quebram a cabeça para descobrir como isso foi possível.

8 – O IDOSO QUE VIROU NINFOMANÍACO APÓS O COMA

Já não surpreende quando uma pessoa retorna do coma com um vício inédito (ver item 3), mas nem sempre o vício combina com o viciado. Tudo começou quando o vovô Angelo De Luca, de 81 anos, caiu de uma ameixeira no quintal de casa e passou quatro dias em coma.
De volta ao terreno dos conscientes, o idoso viúvo adotou um novo estilo de vida. Imediatamente após reconquistar o controle sobre si, De Luca gastou 3 mil libras (quase 8 mil reais) em um bordel, e foi encontrado em plena ação com uma prostituta nova o suficiente para ser sua neta. O vovô ninfomaníaco, agora, está mantido em uma espécie de prisão domiciliar pela família, após ser considerado incapaz de administrar sua própria vida.

9 – O HOMEM QUE ACORDOU DO COMA DEPOIS DE 19 ANOS

Voltemos ao ano de 1984. Dia 13 de julho, mais precisamente uma sexta-feira 13. Em um acidente de caminhão onde o veículo caiu de um penhasco a 8 metros de altura, o jovem Terry Wallis ficou paralítico do pescoço para baixo. Aos 19 anos, ele esperava o nascimento da primeira filha quando entrou em coma sem previsão de recuperação.
A filha nasceu, cresceu, e o programa de fim de semana da família passou a ser levar o paciente em coma até a fazenda onde vivem os pais de Wallis. Toda semana, dirigiam 40 quilômetros, na esperança de fazer Wallis recobrar a consciência. Em 2005, finalmente funcionou. Após 19 anos, Wallis, então pai de uma menina de 19, acordou do coma. E o mais pitoresco da história tem relação com as datas: o acidente de Terry foi no dia 13 de julho, exatamente o dia de sua volta quase duas décadas depois.

10 – O HOMEM QUE ESCOLHEU FICAR EM COMA

Você já ouviu falar em Distropia Simpático Reflexa (RSD, na sigla em inglês)? É uma doença horrível, em que os músculos sofrem aumento de volume e doem desesperadoramente. Segundo estimativas, cerca de 200 mil pessoas no mundo sofrem com RSD, e, além do tratamento ser doloroso, a pessoa tem que ficar ali, consciente, para sentir dor.
John Roach, de 50 anos, resolveu colocar um fim a tantos anos de sofrimento, se submetendo a um tratamento à base de ketamina. Basicamente, é um fármaco que induz o estado de coma. Além de outros remédios fortíssimos, John já havia tentado cirurgia e terapias, sem resultado. O novo tratamento, aparentemente, deu certo: John não sente mais dor. Ele precisa, no entanto, continuar recebendo doses de ketamina (não tão altas a ponto de colocá-lo novamente em coma), mas recuperou o prazer de viver. Um prêmio ao homem que teve a coragem de submeter ao coma voluntariamente.

Matéria do site: http://www.hiperciencia.com
visto no : http://querosaberaverdadesim.blogspot.com.br

Até a Próxima!

Lucas Araújo

03/12/2012 Posted by | Colunistas | , , , , | Deixe um comentário

POLÍTICA (Aderlan Vasconcelos) – Lula e Rosemary, no centro do novo escândalo, eram amantes desde 1993

Aderlan Rodrigues

lulaUm homem público ter uma amante é ou não assunto relevante? Nos EUA, basta para liquidar uma carreira política, como estamos cansados de saber. Foi um caso extraconjugal que derrubou o todo-poderoso da CIA e quase herói nacional David Petraeus.

Desde quando estourou o mais recente escândalo da República, todos os jornalistas que cobrem política e toda Brasília sabiam que Rosemary Nóvoa Noronha tinha sido — se ainda é, não sei — amante de Lula. Assim define a palavra o Dicionário Houaiss: “Amante é a pessoa que tem com outra relações sexuais mais ou menos estáveis, mas não formalizadas pelo casamento; amásio, amásia”.

Embora a relação fosse conhecida, a imprensa brasileira se manteve longe do caso. Quando, no entanto, fica evidente que a pessoa em questão se imiscui em assuntos da República em razão dessa proximidade e está envolvida com a nomeação de um diretor de uma agência reguladora apontado pela PF como chefe de quadrilha, aí o assunto deixa de ser “pessoal” para se tornar uma questão de interesse público.

O caso, com todos os seus lances patéticos e sórdidos, evidencia a gigantesca dificuldade que Lula sempre teve e tem de distinguir as questões pessoais das de Estado. Como se considera uma espécie de demiurgo, de ungido, de super-homem, não reconhece como legítimos os limites da ética, do decoro e das leis.

A Rose que interessa ao Brasil é a que se meteu em algumas traficâncias em razão da intimidade que mantinha com “o PR”. Lula foi o presidente legítimo do Brasil por oito anos. A sua legitimidade para nos governar não lhe dava licença para essas lambanças. Segue trecho da reportagem da Folha.

“A influência exercida pela ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, no governo federal, revelada em e-mails interceptados pela operação Porto Seguro, decorre da longa relação de intimidade que ela manteve com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Rose e Lula conheceram-se em 1993. Egressa do sindicato dos bancários, ela se aproximou do petista como uma simples fã. O relacionamento dos dois começou ali, a um ano da corrida presidencial de 1994.

À época, ela foi incorporada à equipe da campanha ao lado de Clara Ant, hoje auxiliar pessoal do ex-presidente. Ficaria ali até se tornar secretária de José Dirceu, no próprio partido. Marisa Letícia, a mulher do ex-presidente, jamais escondeu que não gostava da assessora do marido. Em 2002, Lula se tornou presidente. Em 2003, Rose foi lotada no braço do Palácio do Planalto em São Paulo, como “assessora especial” do escritório regional da Presidência na capital. Em 2006, por decisão do próprio Lula, foi promovida a chefe do gabinete e passou a ocupar a sala que, na semana retrasada, foi alvo de operação de busca e apreensão da Polícia Federal.

Sua tarefa era oficialmente “prestar, no âmbito de sua atuação, apoio administrativo e operacional ao presidente da República, ministros de Estado, secretários Especiais e membros do gabinete pessoal do presidente da República na cidade de São Paulo”. Quando a então primeira-dama Marisa Letícia não acompanhava o marido nas viagens internacionais, Rose integrava a comitiva oficial. Segundo levantamento da Folha tendo como base o “Diário Oficial”, Marisa não participou de nenhuma das viagens oficiais do ex-presidente das quais Rosemary participou.”

Durante 19 anos, o relacionamento de Lula e Rose se manteve oculto do público.

Em Brasília, a agenda presidencial tornou a relação mais complicada.

Quando a então primeira-dama Marisa Letícia não acompanhava o marido nas viagens internacionais, Rose integrava a comitiva oficial.

Segundo levantamento da Folha tendo como base o “Diário Oficial”, Marisa não participou de nenhuma das viagens oficiais do ex-presidente das quais Rosemary participou.
Integrantes do corpo diplomático ouvidos pela reportagem, na condição de anonimato, afirmam que a presença dela sempre causou mal-estar dentro do Itamaraty. Na opinião deles, a ex-chefe do escritório da Presidência em São Paulo não era necessária.

Oficiais da Aeronáutica se preocupavam com o fato de que ela por vezes viajava no avião presidencial sem estar na lista oficial. Em muitas vezes, Rose seguia em voos da equipe que desembarca antes do presidente da República para preparar sua chegada.

Nessas viagens, seguranças que guardavam a porta da suíte presidencial nas missões fora do Brasil registravam ao superior imediato a presença da assessora. Oficiais do cerimonial elaboravam roteiro e mapa dos aposentos de modo a permitir que o presidente não fosse incomodado.”

Procurado pela Folha, o porta-voz do Instituto Lula, José Chrispiniano, afirmou que o ex-presidente Lula não faria comentários sobre assuntos particulares.

Encerro
Como se vê, Lula considera Rosemary um “assunto particular”, o que soa como confissão. Só que ela era chefe de gabinete do escritório da Presidência em São Paulo. O Brasil pagava o salário do “assunto particular” do Apedeuta. Ainda assim, ela poderia ter sido uma funcionária exemplar. Não parece o caso…

É um modo de ver a República. O mesmo Lula que classifica a chefe de gabinete da Presidência em São Paulo de “assunto particular” não distingue a linha que separa o interesse público de seus impulsos privados.

Aderlan Rodrigues

01/12/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

ENTRETENIMENTO (Lucas Araújo) – Dica de Filmes: Os Penetras

Para você que não vê a hora das férias chegar para curtir um bom filme, aí vai uma dica!

Sinopse: A dois dias do réveillon, o apaixonado Beto (EduardoSterblitch) vai ao Rio de Janeiro tentar reatar com Laura (Mariana Ximenes) e,desprezado, tenta o suicídio. Quem o salva da morte é o vigarista Marco Polo(Marcelo Adnet), que promete ajudar o seu novo e excêntrico amigo a reatar coma amada. Junto a seu comparsa Nelson (Stepan Nercessian), eles usam todos ostruques possíveis para invadir as festas da alta sociedade carioca, mas nemsempre as coisas saem como o planejado.

Elenco: Marcelo Adnet, Eduardo Sterblitch, Andrea Beltrão, Stepan Nercessian, Mariana Ximenes, Luis Gustavo, Luiz Carlos Miele, Susana Vieira, Babu Santana, Kate Lyra, Juliana Schalch e Gugu Madeira.

Direção: Andrucha Waddington

Gênero: Comédia

Duração: 88 min.

Distribuidora: Warner Bros.

Orçamento: US$ 3 milhões

Estreia: 30 de Novembro de 2012

A primeira vista será um bom filme, porém sou suspeito a falar, pois curto muito filmes brasileiros, e sou super fã de  marcelo Adnet e do Eduardo Sterblitch, estréia amanhã dia 30, e você que ficou interessado, não perca a oportunidade de ver esse filme!

Veja a Trailer do Filme:

Até a próxima!

Lucas Araújo

29/11/2012 Posted by | Colunistas | , , , , | Deixe um comentário

WELLNESS E FITNESS (Márcio Galvão) – MMA – Febre ou Detrimento das Artes Marciais?

Artes marciais (marcial é relativo a militar) são disciplinas físicas e mentais codificadas em diferentes graus, que tem como objetivo um alto desenvolvimento de seus praticantes para que possam defender-se ou submeter o adversário mediante diversas técnicas.

Sua origem confunde-se com o desenvolvimento da civilização, quando, logo após o desenvolvimento da onda tecnológica agrícola, alguns começam a acumular riqueza e poder e com isso o surgimento de COBIÇA, INVEJA e seu corolário, a AGRESSÃO.

A necessidade abriu espaço para a profissionalização da proteção pessoal. Embora a versão mais conhecida da arte marcial, principalmente a história oriental, tenha como foco principal Bodhidharma – monge indiano que, em viagem à China, orientou os monges chineses na prática do Yoga e rudimentos da arte marcial indiana, o que caracterizou posteriormente na criação de um estilo próprio pelos Monges de Shaolin – é sabido, historicamente, através da Tradição oral e escavações arqueológicas, que o KUNG FU já existia na China há mais de 5000 anos. Da China, estes conhecimentos se expandiram por quase toda a ÁSIA

Para se ter uma base melhor sobre a cronologia das artes marciais, leia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Cronologia_das_artes_marciais

Japão e Coreia também têm tradição milenar em artes marciais. No Japão, destaca-se: o Judô o Karatê e seus estilos, tais como SHOTOKAN, BUSHI RYU, SHITO-RYU Goju Ryu (o qual sou shodan), o JIU-JITSU, o KENDÔ, o AIKIDO, dentre outras. Já na Coreia, as mais conhecidas são o TAEKWONDO e o HAPKIDO.

Recentes descobertas arqueológicas também mostram guardas pessoais na Mesopotâmia praticando técnicas de defesa e de imobilização de agressores. Paralelamente, o mundo ocidental desenvolveu outros sistemas, como o SAVATE, e a criação do Karatê Full Contact, uma adaptação ocidental karatê oriental sem mais as interrupções após pontuação, visando o Nocaute, e, concomitantemente o Kick Boxing tão conhecido hoje, é oriundo do Karatê

Existem diversos estilos, sistemas e escolas de artes marciais. O que diferencia as artes marciais da mera violência física (briga de rua) é a organização de suas técnicas em um sistema coerente de combate e desenvolvimento físico, mental e espiritual e a prática de exercícios físicos. Na atualidade as artes marciais são praticadas por diferentes razões que incluem: esporte, saúde, Defesa Pessoal, desenvolvimento pessoal e em sociedade, disciplinar a mente, forjar o caráter e o crescimento da autoconfiança. É impressionante o efeito psicológico que pode causar o fato de se lutar com um adversário ao qual não tememos nem odiamos e ao final da luta confraternizar com aquele que a pouco era nosso “inimigo”. Só quem já passou por essa experiência sabe o que representa.

Pelo significado estrito de “artes militares” por extensão se aplica à grande variedade de estilos de luta corpo a corpo e às artes militares históricas, com armas ou não, recebendo influências de sistemas que hoje em dia são modalidades esportivas. Em palavras simples: as artes marciais são disciplinas com um passado guerreiro, estilos de combate influenciados pelas peculiaridades de seu regramento desportivo, com armas ou sem elas, que também são uma completa expressão do ser humano (por isso que é uma arte) com todas as suas particularidades, concebidas pela experiência e a inteligência dos melhores desportistas e guerreiros e não necessariamente de maneira sistemática ou científica.

Atualmente, pessoas de todo o mundo estudam artes marciais por diferentes motivos como: CONDICIONAMENTO FÍSICO, DEFESA PESSOAL, COORDENAÇÃO FÍSICA, LAZER, DESENVOLVIMENTO DE DISCIPLINA, PARTICIPAÇÃO EM UM GRUPO SOCIAL E ESTRUTURAÇÃO PERSONALIDADE SADIA, VISTO QUE A PRÁTICA POSSIBILITA O EXTRAVASEMNTO DA TENSÃO QUE HARMONIZA O INDIVÍDUO, FOCALIZANDO-O POSITIVAMENTE. No SYSTEMA, o enfoque na respiração proporciona benefícios físicos e psicológicos, como diminuição do cansaço, potencialização dos movimentos, aumento da autoconsciência e tranquilização.

As artes marciais apresentam uma enorme variedade de golpes. O COMBATE NO SOLO emprega principalmente técnicas de quedas, chaves, torções, estrangulamentos e imobilizações.

SOCOS, CHUTES, JOELHADAS, COTOVELADAS E ATÉ GOLPES COM A CABEÇA são, em geral, aplicados nas técnicas de COMBATE EM PÉ. Termo da língua inglesa GROUND AND POUND (que aportuguesado, podemos chamar de “socar no chão”) designa os golpes traumáticos desferidos contra o oponente que estiver dominado no solo.

 Baseado no tão famoso GROUND NA POUND, chegamos no recente termo usado pela mídia, o MMA,  que causou a “morte” das artes marciais e o foco dado a elas!

O Mixed Martial Arts, conhecido apenas por MMA, é hoje o esporte que mais cresce no mundo. Considerando-se que o MMA moderno teve origem no final dos anos 90 e início dos anos 2000, é absolutamente espantosa a forma meteórica através da qual se deu o crescimento do esporte. A maior organização de MMA do planeta, o Ultimate Fighting Championship (UFC), realizou seu primeiro evento em 1993 e hoje em dia já é avaliada em mais de 1 bilhão de dólares.

Mixed Martial Arts (Artes Marciais Misturadas) ou MMA é um esporte de contato (full contact), que permite o uso de uma ampla variedade de técnicas de combate, a partir de uma mistura de diferentes artes marciais. As regras permitem a utilização de socos, chutes e técnicas de Grappling, tanto de pé quanto no solo.

O MMA moderno ficou conhecido na cultura popular com o surgimento em 1993 do Ultimate Fighting Championship (UFC). Inicialmente seu objetivo era encontrar a arte marcial mais efetiva em diferentes situações de combate desarmado, desse modo lutadores de vários estilos de artes marciais lutavam um contra o outro com o mínimo de regras ou preocupação com a segurança. Nos anos seguintes, o MMA ganhou muitas regras adicionais que visavam aumentar a segurança dos lutadores e promover a aceitação mais popular do esporte. Após estas alterações, o esporte teve um aumento de popularidade com transmissões Pay Per Vew (PPV) que chegam a rivalizar com o boxe e o Wrestling profissional.

História do Vale-Tudo

Uma das primeiras formas esportivas de luta desarmada com o mínimo de regras foi o Pankration grego, que foi introduzido nos Jogos Olímpicos de 648 a.C. Mesmo mais tarde no início da Idade Média, estátuas ainda eram colocadas em Roma e em outras cidades para honrar “pankreatistas” famosos.

Eventos de vale-tudo alegadamente ocorriam no final de 1800, quando lutadores representando uma enorme variedade de estilos, incluindo vários lutadores de wrestling, wrestling Greco-Romano e muitas outras formas de artes marciais reuniam-se em torneios e jogos em toda a Europa. O primeiro encontro entre um grande pugilista (boxer) e um wrestler nos tempos modernos, aconteceu em 1887, quando John L. Sullivan , então campeão mundial dos pesos pesados de boxe, entrou no ringue para enfrentar o seu treinador, de wrestling greco-romano William Muldoon , e foi derrubado ao chão em dois minutos. O próximo encontro conhecido ocorreu na década de 1890 quando o futuro campeão dos pesos pesados de boxe Bob Fitzsimmons enfrentou o lutador campeão de luta greco-romana Ernest Roeber. Consta que, Roeber sofreu uma fratura no queixo, mas ainda foi capaz de derrubar Fitzsimmons e lhe aplicar um armlock (também conhecido como Kimura) fazendo o pugilista bater (ato de desistir da luta). Em 1936, o boxer peso pesado Kingfish Levinsky e o wrestler profissional Ray Steele competiram em uma luta mista, Steele venceu em 35 segundos.

Outro exemplo antigo de MMA é a arte marcial chamada de Bartitsu, fundada em Londres em 1899, esta foi a primeira arte marcial conhecida que combinou estilos asiáticos e europeus e que organizava eventos parecidos com o MMA moderno por toda a Inglaterra, colocando campeões europeus e japoneses contra representantes de diversos estilos europeus de wrestling.

Eventos mistos de boxe VS Jujutsu.(como era conhecido o jiu jitsu) eram um entretenimento muito popular por toda a Europa, Japão e Orla do Pacífico durante o início de 1900. No Japão estes eventos eram conhecidos como Merikan (da gíria japonesa para americanos lutando).

Os eventos de merikan tinham uma variedade de regras incluindo decisão por pontos, melhor de três derrubadas ou knockdowns, e vitória por knockout (K.O) ou finalização (ato de aplicar um golpe que impeça o movimento do adversário, causando dor e ou levando a perda de consciência. Ao sofrer uma finalização o lutador geralmente “bate” a fim de avisar ao oponente que este se dá por vencido. Ao bater o lutador foi finalizado).

O Wrestling Profissional “morreu” após a Primeira Guerra Mundial e renasceu em duas formas diferentes: “shoot”, no qual os lutadores realmente lutavam, e “show”, no qual o espetáculo era mais importante. Deu origem aos eventos de wrestling atuais como WWF e etc.

Desafios entre estilos e o nascimento do Vale-Tudo

Os primórdios do Vale-Tudo ocorreram no Brasil desde a década de 30, graças aos irmãos Carlos e Helio Gracie. Responsáveis pela disseminação do jiu-jitsu no Brasil e na época residentes no Rio de Janeiro, os irmãos desenvolveram o hábito de desafiar mestres de outras artes marciais para lutas sem regras e sem limite de tempo como forma de provar a superioridade do jiu-jitsu sobre outras especialidades e, assim, chamar a atenção da população em geral para a modalidade.

Uma das maiores lutas da fase anterior ao Vale-Tudo ocorreu – pasmem – no estádio do Maracanã, entre Helio Gracie e o judoca Masahiko Kimura. A luta foi vencida pelo japonês, que quebrou o braço de Gracie ao aplicar uma chave conhecida como ude-garame invertido. A técnica foi posteriormente incorporada ao jiu-jitsu e hoje em dia é mundialmente conhecida apenas como “Kimura”.

tradição dos desafios entre modalidades perdurou durante muitos anos, sempre envolvendo o jiu-jitsu, representado agora não só pela segunda geração da família Gracie, mas também por alunos graduados pela família Gracie. Pode-se dizer até certo ponto que a origem do Vale-Tudo se deu principalmente entre a ferrenha rivalidade entre o jiu-jitsu e a luta livre.

Campeões das duas artes duelaram durante anos, não apenas dentro dos ringues, mas muitas vezes nas próprias ruas do Rio de Janeiro, como a famosa briga entre Rickson Gracie e o campeão de luta livre Hugo Duarte, na praia do Pepê. Como evento de maior expoente dessa rivalidade, temos o Desafio Jiu-Jitsu vs Luta Livre, ocorrido em 1991, com cobertura da Rede Globo. Três representantes do jiu-jitsu enfrentaram três representantes da luta-livre, com o jiu-jitsu conquistando todas as vitórias.

Atualmente

A história do MMA moderno pode ser traçada desde os eventos mistos de luta pela Europa, Japão e Orla do Pacífico durante o início dos anos 1900; os campeonatos de vale tudo da família Gracie no Brasil no início da década de 1920; e antigos torneios de mixed martial arts feitos por Antonio Inoki no Japão na década de 1970.

O esporte ganhou exposição internacional e ampla publicidade nos Estados Unidos em 1993, quando o lutador brasileiro de Jiu-Jitsu Royce Gracie venceu o primeiro torneio do UFC, finalizando três adversários em apenas cinco minutos, gerando faíscas para uma revolução nas artes marciais. No Japão o interesse contínuo no esporte resultou na criação do PRIDE Fighting Championship em 1997.

O movimento que levou à criação do UFC e do PRIDE está enraizado em duas subculturas interligadas. Primeiro os eventos de Vale Tudo no Brasil, seguido pelos eventos japoneses de shoot wrestling.

O Vale Tudo começou na década de 1920 com o “desafio dos Gracie” criado por Carlos Gracie e Hélio Gracie e continuado mais tarde por descendentes da família Gracie. No Japão na década de 1970, uma série de lutas de MMA foram organizadas por Antonio Inoki, inspirando o “movimento shoot” do wrestling profissional japonês, que levou à formação das primeiras organizações de MMA, tais como o Shooto, em 1985.

O conceito de combinar os elementos de várias artes marciais foi pioneirado e popularizado por Bruce Lee no final dos anos 1960 e inicio de 1970. Lee acreditava que “o melhor lutador não é um boxer, karateka ou lutador de judô. O melhor lutador é aquele que pode adaptar-se a qualquer estilo.” Seus conceitos inovadores foram reconhecidos em 2004 pelo presidente do UFC Dana White quando ele chamou Lee de “o pai do MMA”. O reconhecimento da eficácia do MMA foi testado quando o exército dos Estados Unidos começou a sancionar eventos de MMA; com o primeiro evento anual chamado “Army Combatives Championships” (Campeonato de Lutadores do Exército) em novembro de 2005.

Com todo esse “boom” e a chegada do famoso, UFC, cujo qual falaremos na próxima matéria, para que não fique enfadonha demais a leitura, foi-se uma era onde a disciplina imposta nas aulas, além do respeito e zelo pelo bem estar do companheiro de treino pois sem ele não haveria treino, como no Judô por exemplo, onde caso o companheiro se machucasse, o treino acabaria para os dois, pois um deveria cuidar do bem estar do outro. A beleza dos Katas. Não que essa disciplina não exista, mas o foco agora é outro, é um show de violência “moderada” e “controlada”. O único foco mais nítido que temos das artes marciais hoje, são os Jogos Olímpicos, onde o Judô e o TaeKwonDo, além da Luta Olímpica e do Boxe Olímpico, que usa as devidas proteções e o foco não é o KO (nocaute/knockout) e, se prestarmos mais atenção, a audiência não é tão grande assim, exceto pelos fãs e amantes das artes marciais mesmo, como eu por exemplo, que respirei isso por 2 décadas. Por mais que lutem para dizer o contrário, MMA nada mais é, claro que opiniões divergem contra isso, uma Luta desenfreada de autoafirmação e imposição de técnicas, nações, interesses financeiros e uma volta ao “Coliseum”, que, diga-se de passagem, faz-se até uma menção disso na Abertura do UFC, seria a prova de que estamos voltando ao pão e circo também no âmbito das artes marciais.

Obrigado pelo espaço

 “Zulu” Galvão

29/11/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

MODA (Alane Freitas) – Lavando pincéis

Olá meninas…

Hoje vou dar dicas de como devemos lavar nossos queridinhos pincéis de maquiagem. As vezes pensamos que por se tratar de algo tão simples e básico não devemos ter cuidado. É extremamente importante que você cuide bem dos seus Pincéis para que eles durem mais, e também para mantê-los higienizados, pois acumulam muitas bactérias e podem lhe causar acne e alergias. 

Para lavá-los utilize: água corrente, sabonete ou xampu neutro.

Para secar: toalha limpa ou papel toalha (deixe os pinceis deitados e expostos ao vento sobre a toalha). O mais importante é guardar seus pincéis com as cerdas completamente secas, sem nenhum rastro de umidade.

Dica: A lavagem pode ser feita uma vez por semana ou a cada 15 dias. 

Coloque o sabonete na palma da mão e esfregue o pincel já molhado. 

Se necessário repita tudo novamente, até que a água saia completamente limpa dos pincéis.

Enxague na água corrente com as cerdas voltada para baixo

Só uma dica: a água deve correr nesse sentido mostrado na foto e não ao contrário pra não “desgrenhar” as cerdas.  E cuidado pra não molhar o cabo, onde as cerdas ficam presas, pois acaba não secando e pode apodrecer a parte de madeira.

Feito isso, seco com a toalha e deixo-os passarem a noite secando na horizontal. 

Nunca use secador para secar os pincéis!

Bejiinhos e até o próximo post!!      Espero ter ajudado. …

Alane Freitas

28/11/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário

TECNOLOGIA (Aroldo Freire) – Otimização do Sistema.

Olá Pessoa estamos aqui para nossa primeira coluna sobre Tecnologia,

E abordaremos um tema que tenho visto muito nos usuários de internet aqui da nossa cidade, o fato de lentidão nos computadores e notebooks e é uma coisa bem simples de resolver, vamos lá.

Entenda como seu computador ou notebook fica lento:

Com o uso constante do seu PC o sistema usa recursos que são gravados tanto no Hd “Disco Rígido” como na “Memória RAM”.

O HD guarda seus arquivos permanentemente, ou seja, só saíram de lá quando você mesmo os apagar.

RAM é um local em que guarda tudo que você está fazendo memorizando-o mais é apagado automaticamente toda vez que você reinicia ou desliga sua máquina.

Essa constante troca e armazenamento de dados causa lentidão na sua maquina fazendo muitas vezes até a internet ficar lenta e seu computador travar e sua paciência faltar.

Solução:

Existem alguns programas para Otimização da sua maquina o mais leve e mais eficiente é o Ccleaner ele apaga registros e erros que são gerados pelo sistema e isso consequentemente deixara sua maquina bem mais leve e como nova.

Como Baixar:

http://www.baixaki.com.br/download/ccleaner.htm Esse link ira levá-los ao site do baixaki é um site que propõe melhorar a vida de usuários básicos colocando programas e tutoriais explicando coisas fundamentais sobre programas e funcionalidades de computadores com Windows, Linux e Macintosh, que são os três Sistemas Operacionais existentes no mercado hoje.

O programa é pequeno tem apenas 3.3 MB.

Fazendo Download

Depois de feito o download o arquivo contendo o instalador ira está na pasta do sistema para onde vão os downloads feitos por você se o seu Navegador estive configurado corretamente para isso.

No meu PC o caminho para o arquivo é esse: “C:\Users\Aroldo\Downloads” no PC de vocês praticamente mudara só o nome de usuário que ai no meu está Aroldo.

Dê um duplo clique

no instalador e siga os passos abaixo:

Clique em “SIM” para iniciar a instalação.

=> Ok => Próximo => Eu Concordo => Desmarque a última opção “Verificar por atualizações automaticamente” e Instalar, agora desmarque a opção visualizar notas de lançamentos e Finalizar.

Agora o programa abrirá e na guia que abrir selecione “Sim (Recomendado)”.

Vamos agora a Otimização do seu PC!

Limpeza concluída agora vai corrigir os erros do sistema!

Bem isso é tudo, assim você nem precisará chamar o técnico na sua casa por problema de lentidão na maquina e economizará dinheiro pra resolver um simples problema mais lembre se a lentidão ainda continuar é hora de formatar sua maquina, pois o Sistema Operacional tem um tempo de vida útil.

Algumas pessoas que quiserem alguma matéria em especifico, por favor, entrem em contato com o moderador e peça a matéria.

A todos um abraço!

                                                                                                                          Aroldo freire

28/11/2012 Posted by | Colunistas | 1 Comentário

ENTRETENIMENTO (Lucas Araújo) O conceito de Brasil para Americanos

Tudo Bem? Sou Lucas, o mais novo colunista do ES em FOCO, e gostaria antes de tudo, agradecer ao moderador do blog, Berg, pelo convite. Essa é minha primeira postagem aqui, e espero que gostem dela e das que virão futuramente, e gostaria de contar com a interação dos internautas com seus comentários e opiniões, para que possa a cada dia mais aprender com vocês e melhorar o conceito das postagens, já que os temas abordados por mim serão de total interesse da galera, falando de TV, música, filmes, séries, redes sociais notícias, e etc.

Indo ao que interessa, navegando esses dias pela internet e procurando um tema legal para a primeira postagem, achei esse vídeo no You Tube, o qual me chamou bastante atenção ao perceber, que o conceito que os americanos tem do Brasil, é tudo o contrário do que na verdade tentamos passar. Por exemplo, uma mulher não é só corpo, ela também precisa ter conteúdo, assim como o Brasil não é só Futebol, praias e mulheres bonitas de biquíni. O Brasil precisa mostrar educação, mostrar saúde, mostrar uma estrutura de país planejado, e em vez de tentar fazer bonito para os outros países na copa e investir bilhões, poderia fazer bonito para nós, e investir trilhões para resolver os problemas, e quem sabe daqui a alguns anos, sem favelas, sem violência, com saúde, educação e transporte público digno, aí sim poderia pensar em futebol!
Será que essa não poderia ser a hora do governo colocar a mão na cabeça e tirar a mão do bolso? Tentar resolver os problemas das drogas, da violência, ou você acha que os gringos virão ao nosso país, correndo o risco de entrar num transporte público e sair queimado, morto, ou ser assaltado, só para ver um jogo de futebol? NÃO, eles não virão!
Será que um dia isso vai mudar? Ou o Brasil vai continuar sendo o país tropical de praias de nudismo, macacos, corrupção e banana?
Sim, o nosso país é muito bonito, com belas praias, belas mulheres, e realmente é o país do futebol, porém quero mostrar que não se pode investir só nisso, existem bem mais riquezas a se explorar na terra que Cabral descobriu.

 ASSISTA O VÍDEO: 

Lucas Araújo

28/11/2012 Posted by | Colunistas, MUNDO TV | , , | 2 Comentários

POLíTICA (Aderlan Rodrigues) – A fábula do partido que criou a “Carteirinha Corrupção” num país chamado Banânia. Querem ler um texto estranho? Então lá vai!

Tenho um grande apreço por Robert Musil e por “O Homem Sem Qualidades”. Os eventos, ou não eventos, que ele narra se passam num país chamado Kakânia.

Kakânia é um lugar imaginário em que a corrupção, quando há, se dá na esfera das vontades; as covardias, nunca grandes demais, se revelam na área do intelecto; a decadência, inexorável, é a da inteligência. As pusilanimidades são quase existenciais, traduzidas por suspiros, nunca por estrondos.

Falta a Kakânia a exuberância tropical. Não socorrem aquele país os pistoleiros do sangue quente que estão abaixo da linha do Equador, onde só há perdão, nunca pecado. Kakânia não conhece as graças bonachonas e incivilizadas do “homem cordial”. Kakânia não tem nem mesmo o hábito de punir os santos, como se faz, dizem, em certo país ignoto, de que falarei. E é punição preventiva, com características de chantagem e tortura! Põe-se, por exemplo, a imagem do santinho de ponta-cabeça, às vezes mergulhado num copo d’água. Se ele quiser sair daquela situação difícil, que trate de realizar o desejo do esperançoso e doce torturador. É a forma que a crença tomou, dizem, em tal terra estranha.

Chamemos aquelas paragens exuberantes, em homenagem a Musil, de Banânia. Pronto! Em Banânia, os amores e os ódios estão sempre à flor da pele. Banânia não tem ascetas e monges para inspirar uma filosofia da contemplação e da medida; para exaltar as ideias “magras e severas”. Em Banânia, os que pensam a economia do espírito são os sátiros e os beberrões. O direito do outro e o direito dos outros são vistos como censura à liberdade individual e incapacidade para o gozo. Qualquer um, em Banânia, pode ser ruim da cabeça; a única coisa indesculpável é ser doente do pé. Os bananienses são, à sua maneira, fatalistas e acham que não há homem na Terra que resista a certas paixões, como caipirinha (bebida local) e bundalelê (bundalelê local).

A carteirinha

Este país singular, conta-me um nativo, deu à luz uma nova forma de gestão do Estado que é a “Carteirinha Corrupção”. É isto mesmo. Ela é fornecida por um partido político para evitar que os amorosos achacadores, olê, olê, olê, olá, exagerem na cobrança de propina. Eu explico.

Deu-se em Banânia algo realmente notável. Empresas das mais diversas áreas, prestadoras de serviço ou fornecedoras, têm duas tabelas: uma para seus parceiros da própria iniciativa privada e outra para o governo. O Poder Público, em Banânia, costuma contratar serviços por um preço que pode corresponder a cinco vezes o valor de mercado. É que vai embutida, entre outras delicadezas da civilização da cordialidade, a propina que tem de ser paga ao partido (em Banânia, quem dá as cartas é o PTT), ao chefe da área, ao chefão do chefão…

Conta-me um nativo de Banânia que, num desses acertos de conta mensais, o representante do “Sistema” afirmou que o valor que estava na maleta já não era mais suficiente; doravante, teria de ser o dobro. O pagador se espantou e resolveu subir a escala hierárquica para reclamar: “Como pode? Assim o negócio fica inviável!”.

Recebeu, então, uma “carteirinha” — a “Carteirinha Propina”. Foi informado de que o documento o protegia de achacadores fora do controle, entenderam? Aquele documento deixaria claro que ele já era um “colaborador” e que nada de extra lhe poderia ser, então, exigido.

Banânia, vejam vocês, é, então, este país encantador, notório por sua aversão à institucionalização de procedimentos; conhecido por sua hostilidade a um estado impessoal, que fosse gerido por um burocracia regular, estatutária, avessa a arranjos e jeitinhos. Ao contrário: esse país gosta da informalidade e considera que a rigidez legal é coisa de povos tristes, que ainda não se deixaram amolecer pelos trópicos. E é justamente essa Banânia a ter esses caprichos, não é?, que resultam na formalização da corrupção e da propina. É, assim, como se fosse um passe-livre fornecido por um comando militar em tempos de guerra, que dá ao portador o direito de ir e vir sem ser importunado pela soldadesca de mais baixa estirpe.

Isso acontece em Banânia, conta-me o nativo da terra. Ele me disse que o tal PTT sempre considerou que faltava à economia de mercado a devida dimensão ética, que consiste, ele entende agora, não na criação de uma ética do mercado, mas de um mercado da ética.

Eu fiquei espantadíssimo com os sucessos de Banânia. E mais espantado fiquei quando ele me contou que se descobriu que uma quadrilha operava no coração do próprio governo. “Mas a imprensa no seu país, ao menos, é livre, né?”, indaguei. Ele me disse que sim. “Que bom! Ao menos isso!” Mas aí ele emendou: “É livre, sim! E boa parte dela está aplaudindo o governo que nomeou a quadrilha por sua suposta coragem de demiti-la”.

Olhei com tristeza e até com compaixão meu amigo de Banânia!

                                                                                       Aderlan Vasconcelos

                                                                                           FONTE: Blog do Reinaldo Azevedo.

27/11/2012 Posted by | Colunistas | Deixe um comentário